FANDOM


Editor: Ângela Vanzella Ribeiro Colaboradores: Frederico W. Barbosa, Luana G. Dalla Rosa e Letícia Emiko Suzuki

A anemia por falta de ferro acomete cerca de 2 bilhões de habitantes no mundo todo e vem aumentando nas últimas décadas. No Brasil, a anemia ferropriva foi apontada em 1997 como a segunda maior deficiência causadora de doenças na infância.

Cerca de 49,8% das crianças brasileiras entre 6 meses e 3 anos de idade matriculadas em creches públicas sofrem de anemia, de acordo com uma pesquisa que envolveu 20 capitais em 2000.


Fonte:http://brasil.indymedia.org


A anemia é a redução excessiva do número de eritrócitos circulantes no sangue.

Mas para que serve o sangue?

O que são eritrócitos?

O que é hemoglobina?


Fonte: htttp://www.adam.com


O ser humano possui cerca de 5 litros de sangue. O sangue é o fluido que circula no interior do sistema cardiovascular (coração e vasos sanguíneos) e que alimenta todas as células do organismo. Tem uma parte líquida (o plasma), rica em proteínas, glicose (açúcar) e outros elementos nutritivos. A outra parte, sólida, é formada de células sanguíneas. Entre elas se distinguem os glóbulos vermelhos (hemácias), que transportam oxigênio, glóbulos brancos (leucócitos), responsáveis pela defesa do organismo e as plaquetas, que participam da coagulação sanguínea.

O glóbulo vermelho (ou eritrócitos ou hemácias) tem forma de disco e contém uma proteína chamada hemoglobina que transporta o oxigênio.


Fonte: http://www.grupomundomedico.com


Fonte: htttp://www.adam.com


As causas da anemia, ou seja, da redução do número de eritrócitos circulantes são:

- Perda de Sangue;

- Destruição da Medula Óssea;

- Deficiência de Produção dos Glóbulos Vermelhos;

- Destruição dos Glóbulos Vermelhos.


Fonte: http://www.grupomundomedico.com


A medula óssea é o local onde são produzidas as células que estão no sangue. A medula óssea ocupa a parte interna de alguns ossos.

A perda sangue causa anemia quando a produção de glóbulos vermelhos é superada pela perda.

A destruição da medula óssea pode ser por medicamentos, leucemia ou irradiação (como no caso de uma bomba atômica).

A destruição dos glóbulos por ocorrer por intoxicação medicamentosa, doenças hereditárias como a anemia falciforme e a eritroblastose fetal.

A deficiência na produção de glóbulos vermelhos pode ocorrer por falta de nutrientes essenciais ou por doenças genéticas.

Os tipos de anemia são:

× Anemia da carência de ferro (anemia ferropênica)

× Anemia das carências de vitamina B12 (anemia perniciosa) e de ácido fólico

× Anemia das doenças crônicas

× Anemias por defeitos genéticos:

o anemia de células falciformes

o talassemias

o esferocitose

o deficiência de glicose-6-fosfato-desidrogenase (favismo)

× Anemias por agressão periférica aos eritrócitos:

o malária

o anemias hemolíticas imunológicas

o anemia por fragmentação dos eritrócito

× Anemias decorrentes de doenças da medula óssea:

o anemia aplástica

o leucemias e tumores na medula


Sintomas


No início, a anemia normalmente não apresenta sinais ou sintomas. Com a evolução da doença, pode surgir palidez, palpitação, fadiga, irritabilidade, tontura, falta de ar, queda de cabelo, falta de apetite, dificuldade para dormir ou para se concentrar, atraso de desenvolvimento e diminuição de resistência a infecções.


A causa mais comum de anemia é a que ocorre por falta de determinados nutrientes. Há dois tipos de anemias nesse grupo as anemias por deficiência de ferro (a mais comum) e a por deficiência de vitamina B12 ou ácido fólico.


Anemia por falta de ferro


Para se entender melhor esse tipo de anemia é preciso esclarecer o processamento do ferro no corpo humano.

O ferro é um nutriente absorvido no intestino delgado em sua forma química ferrosa. Algumas substâncias intensificam essa absorção, como a vitamina C (ácido ascórbico). Já os fitatos nos cereais, os antiácidos e outras substâncias podem dificultar a absorção. Após essa fase o ferro é transportado por uma proteína, a transferrina, até os depósitos de ferro que são principalmente a medula óssea e o fígado. O ferro é armazenado em nosso organismo de modo que não falte esse elemento para a produção de hemoglobina. Nesses depósitos o ferro está ligado a uma outra proteína, a ferritina. Essa proteína serve como marcador da quantidade de ferro armazenado.

A falta de ferro na dieta afeta principalmente:

   * Bebês, quando alimentados com leite de vaca (seja pronto ou em pó). O aleitamento materno, com absorção muito superior do ferro, evita a anemia.
   * Nas gestantes com baixa ingesta de ferro: a passagem de ferro pela placenta para as necessidades do bebê pode diminuir as reservas de ferro na mãe.
   * Nos idosos: falta de recursos, dentadura em mau estado, falta de apetite levam a uma alimentação com pouco ferro.

Além da dieta a perda crônica de sangue leva a anemia. Em lugares sem saneamento, a perda de sangue por verminose, principalmente na infância, é causa comum.

Em mulheres em idade fértil, o excesso de menstruação, não notado ou desvalorizado, é a causa de 95% dos casos de anemia ferropênica. Assim nas mulheres ocorre 20 vezes mais anemia que em homens.

Nos homens, e numa minoria de mulheres, a anemia ferropênica decorre de perda crônica de sangue no trato digestivo, por gastrite, úlcera, tumores e inflamações intestinais crônicas. O sangue perdido sai e as fezes tornam-se escuras, luzidias, e com um cheiro fétido (melena). As pessoas, em geral, não notam a perda de sangue.


Diagnóstico


O hemograma é o principal exame pois mostra a quantidade de hemoglobina e o tamanho dos glóbulos vermelhos. Na anemia por falta de ferro os glóbulos vermelhos estão menores que o normal (microcitose). A dosagem plasmática da ferritina, forma química de armazenamento do ferro no organismo, mostra-se muito baixa ou ausente.


Fonte:http://cienciahoje.uol.com.br


Tratamento


O tratamento da anemia por falta de ferro é realizado com sulfato ferroso via oral.

O fármaco é melhor absorvido com o estômago vazio, mas pode ser solicitado que se tome durante as refeições para ser melhor aceito.

A introdução do ferro deve ser gradual para evitar os efeitos colaterias, que são náuseas, vômitos, cólicas abdominais, constipação intestinal ou diarréia e flatulência.

Pode aparecer coloração escura nos dentes e nas fezes, todos reversíveis.

Poucos dias após o início do tratamento o corpo já começa a produzir formas imaturas dos glóbulos vermelhos (reticulócitos) e em 1 a 2 semanas os níveis de hemoglobina começam a subir, aliviando a fadiga. Uma vez atingidas as taxas normais de hemoglobina, o tratamento deve ser mantido por 3 ou 4 meses visando a reposição das reservas corporais de ferro.

Se o paciente não tolera o sulfato ferroso pode ser prescrito o gliconato ferroso. Com este medicamento o tratamento é mais demorado.

Se a resposta ao tratamento for discreta ou muito lenta, deve-se pensar em rever o diagnóstico. Outras causas de insucesso são: anemias mistas, dosagem de sulfato ferroso inadequada, falta de obediência ao tratamento e má absorção do ferro.

Existem várias formas comerciais de ferro, porém poucas são recomendadas.

A causa da anemia também deve ser tratada, senão a anemia poderá ocorrer novamente.


Fonte: http://www1.uol.com.br


Prevenção

A principal medida de prevenção é uma dieta balanceada, que inclua diariamente boas fontes de ferro e de vitaminas também envolvidas na produção de hemoglobina.

As refeições devem conter alimentos com maior teor de ferro como a carne, o feijão e as verduras escuras.


Fonte: http://www.eurocarne.com


Fonte: http://www.congelagro.com


Uma dica importante é consumir alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola, goiaba, morango, limão, kiwi, melão, abacaxi, pimentão, tomate, repolho principalmente junto com alimentos que contenham ferro. Também utilizar alimentos fortificados com ferro.

Deve-se evitar a combinação de alimentos que contenham ferro e cálcio (leite, iogurtes, queijos) pois um atrapalha a absorção do outro. Portanto evite o consumo de alimentos fontes de cálcio nas refeições principais (almoço e jantar), as quais contribuem com a maior quantidade de ferro ingerida pela alimentação.

O aleitamento materno deve exclusivo nos primeiros 6 meses de vida deve ser estimulado. Lembrar que a introdução de outros alimentos na vigência de aleitamento materno interfere significativamente na absorção de ferro do leite materno.

O tratamento de parasitoses é fundamental para evitar a espoliação de sangue.

Deve ter em mente que alguns indivíduos tem mais propensão há falta de reserva de ferro: recém-nascidos de baixo peso, gemelares e gestantes.

Deve sempre acompanhar o ganho de peso e crescimento das crianças para que se possa tomar medidas adequadas.


Fonte: http://www.pediatraldia.cl


Referências Bibliográficas:

- CECIL, Tratado de Medicina Interna, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001. v1.

- DUNCAN, Medicina Ambulatorial: Condutas Clínicas em Atenção Primária, Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2004.

- GUYTON, Fisiologia Humana, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1988.

- MARTINS, Ignez Salas, ALVARENGA, Augusta Thereza de, SIQUEIRA, Arnaldo Augusto Franco de et al. As determinações biológica e social da doença: um estudo de anemia ferropriva. Rev. Saúde Pública, abr. 1987, vol.21, no.2, p.73-89. ISSN 0034-8910.

- SPINELLI, Mônica Glória Neumann, MARCHIONI, Dirce Maria Lobo, SOUZA, José Maria Pacheco et al. Fatores de risco para anemia em crianças de 6 a 12 meses no Brasil. Rev Panam Salud Publica, fev. 2005, vol.17, no.2, p.84-91. ISSN 1020-4989.


Links relacionados:

- Unifesp: http://www.unifesp.br/comunicacao/ jpta/ed145/pesqui3.htm

- Nutrição: http://www1.uol.com.br/cybercook/colunas/cl_nut_anemia.htm

- ABC saúde: http://www.abcdasaude.com.br/

- Gestantes: http://www.ferropenia.com/

- Grupo Mundo Médico: http://www.grupomundomedico.com/publicaciones/apoyos-medicos/Anemial.htm

- Medline Plus: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/anemia.html

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória